Home / Brasil / Presidente Michel Temer segue com o apoio do partido do PSDB
Clique e Saiba mais

Presidente Michel Temer segue com o apoio do partido do PSDB

O presidente nacional do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE)(3º/e), ao lado dos governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin (c), e de Goiás, Marconi Perillo (3º/d), do prefeito de São Paulo, João Dória (2°/d), e do Paraná, Beto Richa (d), durante reunião da Executiva Nacional do partida, em sua sede em Brasília / Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo

Principal fiador do presidente Michel Temer (PMDB) no Congresso Nacional, o PSDB decidiu na noite de ontem segunda-feira (12), em reunião ampliada da executiva nacional e de demais lideranças do partido, que vai permanecer na base aliada. Os tucanos adotarão o discurso de que não podem desembarcar agora do governo, sob o argumento de que um eventual rompimento com Temer poderia prejudicar a aprovação das reformas da Previdência e trabalhista.

Na reunião, prevaleceu o entendimento de que, enquanto as reformas estiverem tramitando no Congresso Nacional, o PSDB deve continuar ao lado do peemedebista. Nos bastidores, tucanos também defendem que, após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) absolver Temer da cassação, a legenda deve agora aguardar a possível denúncia contra o presidente que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pode apresentar até o fim de junho.

Ex-ministro das Relações Exteriores de Temer, o senador José Serra (SP) foi o primeiro a anunciar a decisão. Em entrevista à imprensa, ele afirmou que a maioria dos tucanos decidiu se manter na base aliada até que novos fatos surjam. “O PSDB não fará nenhum movimento agora no sentido de sair do governo. Se os fatos mudarem, terão outras análises”, afirmou o parlamentar. “É um governo que tocou adiante compromissos que assumiu conosco. Isso é visto como algo positivo”, acrescentou.

Fonte: Veja

Veja Também

Música – Marília Mendonça é a artista mais ouvida de 2020 no Spotify, no Deezer e no YouTube

Foto: Reprodução / YouTube