Home / Destaque / No Paraná surgem mais de mil novos casos de dengue
Clique e Saiba mais

No Paraná surgem mais de mil novos casos de dengue

Mosquito da dengue-700
Mais de mil casos novos no Paraná

O número de casos confirmados de dengue no Paraná subiu 24% em menos de uma semana. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde (Sesa) em seis dias foram 1.070 novos casos da doença, chegando ao total de 5.541 casos desde agosto de 2015. Também aumentou o número de cidades em situação de epidemia, de 13 para 15. O último boletim foi divulgado ontem terça-feira (16).

As novas cidades em epidemia são Foz do Iguaçu e Serranópolis do Iguaçu, ambas no oeste do estado. Para que seja considerada epidemia, é preciso a confirmação de mais de 300 casos a cada 100 mil habitantes. O estado de alerta é decretado a partir do momento em que os registros ficam acima de 100 casos a cada 100 mil habitantes.

A cidade com o maior número de novos casos foi Paranaguá no litoral do estado, com 190. A cidade está em situação de emergência com 1.287 casos confirmados de dengue.

O número de mortes, porém, permaneceu o mesmo desde o último boletim. São seis mortes por dengue no estado: uma em Curitiba; quatro em Paranaguá, no litoral; e uma em Foz do Iguaçu, no oeste.

Dentre as 399 cidades do estado, 191 já tiveram casos registrados de dengue. Destas, 146 tiveram casos autóctones, isto é, adquiridos no próprio município. Do total de 5.541 casos, são 4.781 autóctones e 760 importados de outros locais.

Epidemia
Agora são 15 as cidades do estado em epidemia de dengue: Rancho Alegre, Santo Antônio do Paraíso, Mamborê, Cambará, Munhoz de Mello, Itambaracá e Guaraci e Assaí, no norte; Nova Aliança do Ivaí e Santa Isabel do Ivaí, no noroeste; Foz do Iguaçu e Serranópolis do Iguaçu, no oeste; e Paranaguá, no litoral.

Estão em estado de alerta as cidades: Jataizinho, Rosário do Ivaí, Ibiporã, Mandaguari, São  Miguel do Iguaçu, Santa Helena, Atalaia, Porecatu, Capitão Leônidas Marques, Sarandi, Londrina, Cafelândia.

Zika
O novo boletim da Sesa confirmou 23 novos casos de vírus da zika no estado, chegando a 48 desde agosto de 2015. Deste total, são nove casos autóctones: um em Londrina, um em Nova Prata do Iguaçu, dois em Maringá, dois em Paranaguá e três em Colorado. Outros 15 são importados, e os demais ainda são investigados.

Um caso de microcefalia segue sob investigação para verificar se é decorrente do vírus da zika.

Chikungunya
Ainda de acordo com a Sesa, o número de confirmações de chikungunya no Paraná se manteve em 11. Apenas um deles é autóctone, contraído no município de Mandaguari, na Região de Maringá, no norte.

banner para topo da materia em png-800x126

Fonte: G1

Veja Também

Terra Roxa – Secretaria de Saúde Municipal informa Boletim Covid-19

Banner: Divulgação