Home / Brasil / Brasil – Bosonaro quer intervir na Petrobras e há resistência

Brasil – Bosonaro quer intervir na Petrobras e há resistência

Antonio Cruz/Agência Brasil

A possibilidade de intervenção do presidente Jair Bolsonaro na Petrobras movimentou os bastidores do Congresso Nacional, do Palácio do Planalto e Ministério da Economia nesta segunda-feira, 14.

O subprocurador-geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União, Lucas Rocha Furtado, pediu à Corte que investigue uma suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na companhia para rever a política de preços que adota para definir o preço de comercialização dos combustíveis no Brasil.

A forma usada pela Petrobras é a PPI (política de paridade internacional). A medida faz com que os preços da gasolina, do etanol e do óleo diesel acompanhem a variação do valor do barril de petróleo no mercado internacional, bem como a do dólar.

O governo estuda a criação de um subsídio para conter o aumento dos preços dos combustíveis.

O vice-presidente, Hamilton Mourão, criticou a intenção de intervenção na Petrobras e saiu em defesa do general Joaquim Silva e Luna, presidente da empresa. Silva e Luna “é resiliente, sempre foi. Como um bom nordestino, aguenta pressão”, declarou o vice-presidente .

Sábado, dia 12, o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar a política de preços da Petrobras, que anunciou um forte reajuste dos combustíveis na semana passada.

Fonte: Paraná Portal / Pedro Ribeiro 

Veja Também

Tragédia – Homem é encontrado morto em açude na área rural de Guaraniaçu

Foto: Catve