Home / Brasil / Futebol – Com arbitragem polêmica, Coritiba vence o Cianorte, abre vantagem e encerra série invicta

Futebol – Com arbitragem polêmica, Coritiba vence o Cianorte, abre vantagem e encerra série invicta

Léo Gamalho comemora gol em Cianorte (Foto: Divulgação/Guilherme Griebeler/Coritiba)

O Coritiba venceu por 1 a 0 o Cianorte, ontem domingo (13) à tarde, no jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paranaense. O gol foi de Léo Gamalho.

A partida de volta está marcada para o dia 19 (sábado), no Couto Pereira. O mando de campo do segundo jogo pertence à equipe com melhor campanha.

O gol como visitante não é critério de desempate. Em caso de igualdade na soma dos dois placares, a decisão será nos pênaltis. Quem passar desse confronto vai enfrentar Londrina ou Athletico na semifinal.

DESEMPENHO
Em relação ao desempenho, o Coritiba teve fraca atuação, com fragilidade defensiva nas laterais, performance comprometedora de Gustavo Bochecha, lentidão na troca de passes, erros de passes frequentes e inoperência ofensiva pelas pontas. Com esse cenário, o time só chegou três vezes com perigo: no gol, no pênalti não marcado e em uma arrancada de Igor Paixão. O Cianorte foi dono do jogo, mostrou velocidade pelos lados do campo e qualidade nos chutes de fora da área. Só não marcou gols porque acertou a trave em um lance e viu Alex Muralha fazer seis grandes defesas.

SÉRIE INVICTA
O Cianorte defendia uma série invicta de 15 jogos como mandante, com 7 vitórias e 8 empates. A última derrota como mandante havia ocorrido em junho de 2021, para o Santos, pela Copa do Brasil. Em 2022, eram 4 vitórias e 2 empates no Albino Turbay.

ARTILHEIRO
O centroavante Léo Gamalho soma agora 5 gols em 8 jogos em 2022. É o artilheiro do time no ano. O goleador da equipe no Paranaense é Igor Paixão, com 4 gols em 11 partidas.

ARBITRAGEM
O Coritiba reclamou de pênalti não marcado aos 5 do 1º. No lance. Warley chutou a bola no braço de Patric. A imagem dá a impressão de penalidade, já que Patric está com o braço aberto e acabou bloqueando uma finalização.

O Cianorte teve gol anulado aos 26. Rodrigo Alves estava em posição de impedimento quando marcou um golaço de bicicleta. No entanto, como houve um recuo de cabeça de Luciano Castan, do Coritiba, o gol pode ser considerado legal, dependendo da interpretação. O bandeirinha anotou impedimento e o árbitro concordou.

DESGASTE
Nesse domingo, o Coxa entrou em campo 67 horas após ter jogado pela segunda fase da Copa do Brasil. O head esportivo do clube, René Simões, publicou vídeos no Instagram fazendo duras críticas à Federação Paranaense de Futebol pelo curto intervalo entre as partidas.

Fonte: Bem Paraná / Silvio Rauth Filho

Veja Também

Saúde – Tentando atrasar a chegada da varíola dos macacos, Anvisa pede retorno de máscaras

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil