Home / Brasil / Paraná – Inicia nesta segunda-feira as aulas da rede estadual com ensino presencial e sem exigência de comprovante da vacina

Paraná – Inicia nesta segunda-feira as aulas da rede estadual com ensino presencial e sem exigência de comprovante da vacina

Retorno das aulas ocorre em mais de 2,1 mil escolas estaduais do Paraná / Foto: Seed/Divulgação

Os alunos da rede estadual do Paraná voltam às aulas, na segunda-feira (5), por meio do ensino 100% presencial e sem precisarem apresentar o comprovante da vacina contra a Covid-19.

A manutenção das atividades presenciais ocorre apesar da alta no número de casos do novo coronavírus e de gripe Influenza no Paraná, pois, segundo a Secretaria da Educação e do Esporte (Seed), não houve aumento significativo de internações e mortes.

A rede estadual de ensino do Paraná tem 2,1 mil escolas e mais de 1 milhão de alunos, informou a secretaria.

Ensino na pandemia

A maior parte dos estudantes do ensino público estadual começou a ter aulas remotas em março de 2020, por causa da pandemia do coronavírus.

O retorno presencial na rede pública estadual começou, de forma gradativa, no dia 10 de maio de 2021. À época, cerca de 200 escolas retomaram as atividades por meio do modelo híbrido.

Desde setembro do ano passado, a rede estadual de ensino do Paraná voltou à modalidade 100% presencial. A exceção é apenas para estudantes com comorbidades.

Volta às aulas

Segundo a Secretaria da Educação e do Esporte, nas primeiras semanas do ano letivo de 2022, as escolas trabalharão com o nivelamento dos estudantes.

O processo de nivelamento torna-se ainda mais importante, conforme a Seed, porque em 2021 houve três tipos de modelo de ensino: o remoto, o híbrido e o presencial. Por isso, é necessário retomar os conhecimentos prévios dos estudantes.

A partir do diagnóstico de quais conteúdos foram bem absorvidos e de quais precisam ser reforçados, é possível retomar o que for necessário para, então, dar início ao currículo de 2022.

De acordo com a Secretaria da Educação, os professores das turmas do 1º ano do ensino médio trabalharão o planejamento conforme as novidades do Novo Ensino Médio.

Os docentes de Projeto de Vida, Empreendedorismo e Pensamento Computacional, por exemplo, planejarão maneiras de adequar o conteúdo à realidade dos alunos.

Segurança sanitária

A Seed informou que, assim como em 2021, a rede estadual aplica um protocolo de biossegurança nas escolas, o que inclui as seguintes medidas:

  • Uso obrigatório de máscara;
  • Aferição de temperatura na entrada;
  • Disponibilização de álcool gel em locais de maior circulação de pessoas;
  • Manutenção dos ambientes de ensino arejados, com janelas e portas abertas durante a maior parte do tempo;
  • Desinfecção constante de equipamentos e instalações das instituições de ensino.

Cada escola fez uso da verba do Fundo Rotativo, segundo a secretaria, para repor os itens de prevenção, como os termômetros, dispensers, álcool gel, álcool líquido 70% e demais itens de limpeza.

Fonte: G1

Veja Também

Saúde – Tentando atrasar a chegada da varíola dos macacos, Anvisa pede retorno de máscaras

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil