Home / Brasil / Toledo – Inicia vacinação de adolescentes com 12 anos para estudo da Pfizer no Brasil
Clique e Saiba mais

Toledo – Inicia vacinação de adolescentes com 12 anos para estudo da Pfizer no Brasil

Adolescentes serão vacinados para estudo da Pfizer, em Toledo — Foto: Prefeitura de Toledo/Divulgação

Adolescentes com 12 anos serão vacinados contra a Covid-19, a partir das 8h desta segunda-feira (30), em Toledo, no oeste do Paraná, segundo a prefeitura. A imunização para esse público faz parte de um estudo da Pfizer, em que o município representa os países em desenvolvimento.

Moradores acima dessa idade também podem buscar pelas doses, nos quatro pontos de vacinação do município. 

Conforme a prefeitura, o estudo analisará a pandemia da Covid-19 em uma população vacinada a partir dos 12 anos de idade.

A ampliação da campanha foi possível após a chegada de lote extra de vacinas, com 35.173 doses.

Cronograma

  • Segunda-feira (30): 12 anos ou mais
  • Terça-feira (31): repescagem para todos a partir dos 12 anos.

Pontos de vacinação

  • Aplicação das primeiras doses: das 8h às 23h
  • Centro da Juventude Marcio Antonio Bombardelli (CJU Europa)
  • Centro da Juventude Mariana Luiza Von Borstel (CJU Coopagro)
  • Ginásio de Esportes Hugo Zeni
  • Centro de Revitalização da Terceira Idade Wilson Carlos Kuhn (Certi Pioneiro)

Para receber a vacina, os menores de idade deverão estar acompanhados por um responsável. Ambos deverão apresentar documento pessoal com foto e comprovante de residência.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a estimativa é de que a população vacinável acima de 18 anos seja de 110 mil pessoas.

Na faixa etária de 12 a 17 anos, os dados indicam que sejam cerca de 15 mil moradores.

Conforme a prefeitura, entre 8 mil e 10 mil pessoas da população adulta ainda não buscaram pela vacina contra a Covid-19.

Cerca de 125 mil pessoas, a partir de 12 anos, devem ser vacinados contra a Covid-19, em Toledo — Foto: Fabio Ulsenheimer/Divulgação

Estudo

Conforme a prefeitura, a pesquisa é realizada em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR), por meio do curso de medicina de Toledo.

Expectativa é de que o estudo dure, pelo menos, dois anos. Os resultados devem ser anunciados em 31 de julho de 2023.

A pesquisa da Pfizer tem sido realizada no Japão e países da Europa, como França e Alemanha, segundo a secretaria de Saúde.

Pandemia em Toledo

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, até esta quarta-feira, Toledo registrou 26.790 casos confirmados do novo coronavírus e 429 mortes pela doença.

A cidade conta com 339 casos ativos do novo coronavírus.

Desde o início da vacinação contra a Covid-19, mais de 98.039 pessoas receberam a primeira dose, 34.472 a segunda aplicação, e 4,3 mil receberam imunizantes de dose única.

Fonte: G1 PR

Veja Também

Santana de Parnaíba ganha agência do Sicoob Meridional

Foto: Imprensa Sicoob Meridional