Home / Brasil / Paisagista espancada em primeiro encontro pode ter sido agredida por vingança, diz a polícia
Clique e Saiba mais

Paisagista espancada em primeiro encontro pode ter sido agredida por vingança, diz a polícia

Elaine deu entrevista ao lado de Adriana Belém. E pediu que a justiça seja feita. Foto: Pedro Teixeira

Depois de ouvir, ontem, o depoimento da paisagista Elaine Peres Caparroz, de 55 anos, a delegada Adriana Belém, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), disse não ter dúvida de que o lutador de jiu-jítsu Vinícius Batista Serra, de 27, planejou matá-la e que não descarta uma possível vingança. Ele a espancou por quatro horas na madrugada do último dia 17, e, preso em flagrante, foi indiciado por tentativa de feminicídio.

Em seu depoimento, Elaine lembrou que, no encontro, recebeu um telefonema do filho, que mora nos Estados Unidos. Vinícius lhe fez perguntas sobre Rayron; quis saber se eram próximos. Adriana Belém, que enviou ontem o inquérito à Justiça, disse que nada impede a polícia de apurar a possibilidade de o crime ter sido motivado por vingança.

Agressou passou apenas uma noite na prisão

Após deixar a delegacia da Barra, Vinícius só passou uma noite numa cela. Na última quarta-feira, ele foi transferido do Complexo Penitenciário de Gericinó para um hospital prisional, a fim de fazer exames de sanidade mental. Internado desde então, desfruta de um espaço maior.

O agressor Vinícius só passou uma noite numa cela em Bangu / Foto: Reprodução

Fonte: EXTRA

Veja Também

Goiás – Tragédia; Pit bull ataca e mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido

Pit bull é morto por PMs que afirmaram que também seriam mordidos caso não atirassem ...