Home / Geral / Em Umuarama-PR 85 escorpiões já foram capturados, veja os cuidados a serem tomados
Clique e Saiba mais

Em Umuarama-PR 85 escorpiões já foram capturados, veja os cuidados a serem tomados

Presença do aracnídeo amarelo, o mais temido, foi detectada em algumas regiões / Foto: Divulgação

A ocorrência de escorpiões e a incidência de picadas de pessoas Umuarama são monitoradas pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) desde o início do ano.

O setor de animais sinantrópicos, venenosos e peçonhentos (ASVP) segue rotinas preconizadas pelo Ministério da Saúde e realiza visitas residenciais e em terrenos, quando são notificados acidentes ou por solicitação da população, mapeamento e identificação de áreas prioritárias e medidas de controle e manejo populacional de escorpiões, baseadas na coleta dos animais. Já foram capturados 85 espécimes.

O controle populacional desses animais depende da limpeza e exige dedicação da população. “Os escorpiões necessitam dos quatro ‘As’ para sobreviver e proliferar – acesso a abrigo, alimentação e água. Por isso, orientações técnicas da Vigilância acatadas pela população surtem bons resultados – ao contrário do controle químico (veneno), que não funciona com esses animais”, explica Posseti.

Com o hábito de se abrigarem em frestas de paredes, embaixo de caixas, papelões, pilhas de tijolos, telhas, madeiras, em fendas e rachaduras do solo, além da capacidade de permanecer semanas, até meses sem se movimentar, torna o tratamento químico ineficaz. Já a limpeza dos terrenos é fundamental para eliminar os focos.

Madeira empilhada, lajotas e outros materiais atraem insetos da cadeia alimentar do escorpião, como a barata. Isso vai mantê-los neste ecossistema.

“Não recomendamos a aplicação de produtos químicos de higienização compostos por formaldeídos, cresóis, clorobenzenos, nem de inseticidas, raticidas, mata-baratas ou repelentes do grupo dos piretróides e organofosforados. Isso vai afugentar os escorpiões dos esconderijos e eles podem procurar locais não expostos à ação desses produtos, aumentando o risco de acidentes”, orienta.

Cuidados que devem ser tomados pela população, para evitar acidentes com escorpiões

Na área externa do domicílio

• Manter limpos quintais e jardins. Não acumular folhas secas e lixo domiciliar

• Acondicionar lixo em sacos plásticos ou outros recipientes apropriados e fechados e entregá-lo para a coleta

• Não jogar lixo em terrenos baldios

• Limpar uma faixa de dois metros (aceiro) em terrenos baldios nas redondezas dos imóveis

• Eliminar fontes de alimento para os escorpiões (baratas, aranhas, grilos e pequenos animais invertebrados)

• Evitar a formação de ambientes favoráveis ao abrigo de escorpiões, como obras de construção civil e terraplenagens que possam deixar entulho, superfícies sem revestimento, umidade etc.

• Remover periodicamente materiais de construção e lenha armazenados, evitando o acúmulo exagerado

• Preservar os inimigos naturais dos escorpiões (aves de hábitos noturnos como corujas, joão-bobo, etc.), pequenos macacos, quati, lagartos, sapos e gansos

• Evitar queimadas em terrenos baldios, pois desalojam os escorpiões

• Remover folhagens, arbustos e trepadeiras junto às paredes externas e muros

• Manter fossas sépticas bem vedadas, para evitar a passagem de baratas e escorpiões

• Rebocar paredes externas e muros para que não apresentem vãos ou frestas

Na área interna

• Rebocar paredes para que não apresentem vãos ou frestas

• Vedar soleiras de portas com rolos de areia ou rodos de borracha

• Reparar rodapés soltos e colocar telas nas janelas

• Telar as aberturas dos ralos, pias ou tanques

• Telar aberturas de ventilação de porões e manter assoalhos calafetados

• Manter todos os pontos de energia e telefone devidamente vedados.

Fonte: O Bem Dito

Veja Também

Brasil – Presidente e ex-presidentes do TSE dizem que voto impresso é ‘volta às fraudes’

Foto: Agência Brasil