Home / Brasil / Temer aciona Forças Armadas após grupo atear fogo a ministério durante protesto
Clique e Saiba mais

Temer aciona Forças Armadas após grupo atear fogo a ministério durante protesto

Manifestantes entram em confronto com a polícia durante ato contra o presidente Michel Temer em Brasília / Foto: Divulgação/Frente Brasil Popular

Manifestantes atearam fogo no prédio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em Brasília durante confusão com a Polícia Militar do Distrito Federal.

O tumulto ocorre no início da tarde de ontem quarta-feira (24) e se dá em meio a protesto contra o presidente Michel Temer e contra as reformas defendidas pelo governo.

O último boletim divulgado pela PM às 11h30 da manhã de ontem estimava que 25 mil pessoas participam do ato. Os organizadores já falam em mais de 150 mil.

Por conta da confusão, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, anunciou por volta das 16h30 que o presidente Michel Temer decidiu, após solicitação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), acionar tropas federais para “assegurar que os prédios dos ministérios sejam mantidos incólumes”.

“Nesse instante tropas federais já se encontram aqui nesse palácio [do Planalto], no Palácio do Itamaraty e logo mais chegarão para assegurar que os prédios dos ministérios sejam mantidos incólumes”, disse Jungmann. “É inaceitável a baderna. É inaceitável o descontrole. E ele [Temer] não permitirá que atos como esse venham a turbar um processo que se desenvolve de forma democrática e com respeito às instituições.”

A decisão foi publicada via decreto em edição extra do Diário Oficial da União. O texto autoriza o emprego das Forças Armadas “para a garantia da Lei e da Ordem no Distrito Federal”. As tropas federais devem permanecer em Brasília até a próxima quarta-feira, dia 31.

Fonte: 94FM Dourados  / Brasil

Veja Também

Curitiba – Guarda Municipal fecha festa com aglomeração de cerca de 200 pessoas

Festa com cerca de 200 pessoas foi fechada, em Curitiba / Foto: Arquivo pessoal