Home / Família / Mãe de brasileiras mortas em Portugal pede doações na web para traslado
Clique e Saiba mais

Mãe de brasileiras mortas em Portugal pede doações na web para traslado

naom_57c091e5c2274
Brasileiras foram mortas na cidade de Cascais em Portugal / Foto: Divulgação

Solange Santana Leite, de 50 anos, mãe das irmãs mineiras Michele Santana Ferreira, de 28 anos — que estava grávida de três meses —, e Lidiana Neves Santana, de 16, ambas encontradas mortas na sexta-feira (26), em Portugal, junto com a capixaba Thayane Milla Mendes, de 21 anos, está pedindo doações na internet para fazer o traslado dos corpos para o Brasil.

Segundo informações do jornal ‘Extra’, a auxiliar de serviços gerais já tinha criado uma campanha no site de financiamento coletivo GoFundMe há quatro meses, quando pretendia viajar em busca das filhas, que estavam desaparecidas. Ontem, quando a iniciativa já havia arrecadado cerca de R$ 12 mil, ela atualizou o texto da ação, explicando que o dinheiro será usado para o traslado.

A Polícia Judiciária portuguesa investiga se a homossexualidade de duas das vítimas pode ter motivado o crime, supostamente cometido pelo também brasileiro Dinai Gomes. Segundo o irmão de uma das vítimas, Lidiana mantinha um relacionamento recente com Thayane, que morava desde janeiro em Cascais — cidade onde os corpos foram encontrados.

A imprensa portuguesa afirma que a polícia descobriu que Dinai Gomes é “extremamente conservador”, e que o fato de duas das vítimas manterem um relacionamento poderia ter motivado o assassinato.

Ainda segundo a publicação, o Ministério das Relações Exteriores afirma que não foi notificado pelo governo português, mas acompanha as investigações.

Banner eletricista cordeiro amarelo com whatsapp-800-ok

Fonte: Notícias ao Minuto/MSN

Veja Também

Brasil – Presidente e ex-presidentes do TSE dizem que voto impresso é ‘volta às fraudes’

Foto: Agência Brasil